Pages

sexta-feira, 30 de novembro de 2012

as sete maravilhas do mundo



Um grupo de estudantes de geografia estudou as sete maravilhas do mundo. No final da aula, aos estudantes foi pedido para fazerem uma lista do que eles pensavam que fossem consideradas as sete maravilhas atuais do mundo.
Embora houvesse algum desacordo começaram os votos:
  1. Pirâmide do egito
  2. Taj Mahal
  3. Grand Canyon
  4. Canal do Panamá
  5. Empyre State Building
  6. Basílica de St. Peter
  7. A Grande Muralha da China
Ao recolher os votos o professor notou uma estudante muito quieta. A menina não tinha virado sua folha ainda. O professor então perguntou à menina se tinha problemas com sua lista. A menina quieta respondeu: sim, um pouco, eu não consigo fazer a lista, porque são muitos”.
O professor disse: “Bem, diga-nos que o que você tem, e talvez nós possamos ajudá-la”. A menina hesitou, então leu: “Eu penso que as sete maravilhas do mundo sejam:
1. Tocar
2. Sentir sabor
3. Ver
4. Ouvir
5. Sentir
6. Rir
7. Amar
A sala então ficou completamente em silêncio...
É fácil para nós, olhar as façanhas do homem, mas quantas vezes nós negligenciamos tudo o que Deus faz para nós.
Que você possa se lembrar hoje, daquelas coisas que são verdadeiramente maravilhosas.

“Faça tudo de bom que você puder para todas as pessoas que você puder, sempre que você puder.”

recebido de Nestor G.

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

UM PAR DE SAPATO INTERESSANTE



Hoje estava lendo os meus e-mail’s, e como sempre acontece, recebo muitas histórias, parábolas e pensamentos, é claro que nem todos são interessantes, mas esta vale apena você ler. Um lida história de generosidade. Invista cinco minutos lendo essa história e seu coração será muito edificado.
“O segredo do êxito na vida do homem consiste em estar disposto a aproveitar a ocasião que se lhe depare.” Benjamin Disraeli
leiam...
Um estudante universitário saiu um dia a dar um passeio com um professor, a quem os alunos consideravam seu amigo devido à sua bondade para os que seguiam as suas instruções.
Enquanto caminhavam, viram no seu caminho um par de sapatos velhos e calcularam que pertenciam a um homem que trabalhava no campo ao lado e
que estava prestes a terminar o seu dia de trabalho.
O aluno disse ao professor: Vamos fazer-lhe uma brincadeira. Vamos esconder-lhe os sapatos e escondemo-nos atrás dos arbustos para ver a sua cara quando não os encontrar.
Meu querido amigo, disse o professor, nunca devemos divertir-nos à custa dos pobres.
Tu és rico e podes dar uma alegria a este homem. Coloca uma moeda em cada sapato e depois escondemo-nos para ver a sua reacção quando os encontrar.
Fez isso e ambos se esconderam no meio dos arbustos. O pobre homem terminou
as suas tarefas diárias e caminhou até aos sapatos, para voltar para casa
Ao chegar junto dos sapatos deslizou o pé no sapato, mas sentiu algo dentro deste.
Baixou-se para ver o que era e encontrou a moeda. Pasmado perguntou-se
o que havia acontecido. Olhou a moeda e voltou-a e voltou a olhá-la.
Olhou à sua volta, para todos os lados, mas não via nada nem ninguém.
Guardou-a no seu bolso e foi calçar o outro sapato. Sua surpresa foi ainda maior
quando encontrou a outra moeda.
Seus sentimentos esmagaram-no. Pôs-se de joelhos, levantou o olhos ao céu,
e em voz alta fez um enorme agradecimeto, falando de sua esposa doente e sem ajuda, e de seus filhos que não tinham pão e devido a uma mão desconhecida
não morreriam de fome.
O estudante ficou profundamente emocionado e seus olhos ficaram cheios de lágrimas.
Agora, disse o professor, não está mais satisfeito com esta brincadeira?
O jovem respondeu: Você ensinou-me uma lição que jamais hei-de esquecer.
Agora entendo algo que antes não entendia: é melhor dar que receber.
O NATAL ESTA CHEGANDO  VAMOS REPENSAR NOSSAS ATITUDES.
TENHA UM EXCELENTE DIA NA PAZ DE JESUS..BJUS DE LUZ

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

OREM POR SÃO PAULO





NESTE DIAS DIFÍCEIS  PARA A CIDADE DE SÃO PAULO,NÃO FIQUE COM MEDO,OU INDIGNADO ,APENAS OREM ,POIS AS TREVAS SÓ VAI EMBORA COM A PRESENÇA DA LUZ,ENTÃO SEJA UM PONTINHO DE LUZ PRA AJUDAR NESTE MOMENTO. ORANDO E PEDINDO A DEUS PRA ILUMINAR NOSSA CIDADE.

Provérbios 3:5 e 6, diz: “Confie no Senhor de todo o coração e não apóie na sua própria inteligência. Lembre de Deus em tudo o que fizer, e Ele lhe mostrará o caminho certo.”
Em nossa vida, provações e tragédias aparecem e às vezes parece difícil acreditar que não estamos sozinhos.Ter fé nem sempre é fácil, mas todos nós podemos adquiri-la. Tudo que devemos fazer é lembrar que não importa o que aconteça em nossa vida, seja bom ou mal, Alguém está olhando e sabe e compreende tudo o que está se passando. Ore para que Deus o ajude a ter fé e entendimento. Nosso Deus é fiel. Ele é misericordioso e compassivo de tantas maneiras diferentes que nem mesmo nos damos conta. Confie em Deus, não deixe sua fé ser abalada e você será abençoado todos os dias de sua vida.




quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Crescer hoje e sempre




Impossível atravessar a vida … Sem que um trabalho saia mal feito, sem que uma amizade cause decepção, sem que um amor nos abandone.
Esse é o custo de viver.
O importante não é o que acontece, mas, como você reage.
Você cresce…
Quando não perde a esperança, nem diminui a vontade, nem perde a fé.
Quando aceita a realidade e tem orgulho de vivê-la.
Quando aceita seu destino, mas tem garra para mudá-lo.
Quando aceita o que deixa para trás, construindo o que tem pela frente e planejando o que está por vir.
Cresce quando supera, se valoriza e sabe dar frutos.
Cresce quando abre caminho, assimila experiências… E semeia raízes….
Cresce quando se impõe metas, sem se importar com comentários, nem julgamentos quando dá exemplos, sem se importar com o desdém, quando você cumpre com seu trabalho..
Cresce quando é forte de caráter, sustentado por sua formação, sensível por temperamento… E humano por nascimento!
Cresce quando enfrenta o inverno mesmo que perca as folhas, colhe flores mesmo que tenham espinhos e marca o caminho mesmo que se levante o pó.
Cresce quando é capaz de lidar com residuos de ilusões.
Cresce ajudando a seus semelhantes, conhecendo a si mesmo e Dando à vida, mais do que recebe.
É assim que se cresce…

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

DUAS ESCOLHAS



Duas escolhas
“Luiz é o tipo de cara que você gostaria de conhecer”. 
“Ele estava sempre de bom humor e sempre tinha algo de positivo para dizer”. 
Se alguém lhe perguntasse como ele estava, a resposta seria logo: 
“Ah... Se melhor, estraga”. 
Ele era um gerente especial em um restante, pois seus garçons o seguiam de restaurante em restaurante apenas pelas suas atitudes. 
Ele era um motivador nato. 
Se um colaborador estava tendo um dia ruim, Luis estava sempre dizendo como ver o lado positivo da situação. 
Fiquei tão curioso com seu estilo de vida que um dia lhe perguntei: 
“Você não pode ser uma pessoa positiva todo o tempo”. 
“Como faz isso”? 
Ele me respondeu: 
“A cada manha, ao acordar, digo para me mesmo”: 
“Luis, você tem duas escolhas hoje: Pode ficar de bom humor ou de mau humor.  Eu escolho ficar de bom humor”.
Cada vez que algo ruim acontece, posso escolher bancar a vitima ou aprender alguma coisa com o ocorrido. 
Eu escolho aprender algo. 
Toda vez que alguém reclamar, posso escolher aceitar a reclamação ou mostrar o lado positivo da vida. 
Certo, mas não é fácil – argumentei. 
É fácil sim, disse-me Luis.
A vida é feita de escolhas.
Quando você examina a fundo, toda situação sempre oferece escolha. 
Você escolhe como reagir às situações. 
Você escolhe como as pessoas afetarão o seu humor. 
É sua a escolha de como viver sua vida. 
Eu pensei sobre o que Luis disse e sempre lembrava dele quando fazia uma escolha. 
Anos mais tarde, soube que Luis um dia cometera um erro, deixando a porta de serviço aberta pela manhã. 
Foi rendido por assaltantes. 
Dominado, e enquanto tentava abrir o cofre, sua mão tremendo pelo nervosismo, desfez a combinação do segredo. 
Os ladrões entraram em pânico e atiraram nele.
Por sorte foi encontrado a tempo de ser socorrido e levado para um hospital. 
Depois de 18 horas de cirurgia e semana de tratamento intensivo, teve alta ainda com fragmentos de  balas alojadas em seu corpo. 
Encontrei Luis mais ou menos por acaso. 
Quando lhe perguntei como estava, respondeu: “Se melhorar, estraga”. 
Contou-me o que havia acontecido Perguntando: 
“Quer ver minhas cicatrizes”? 
Recusei ver seus ferimentos, mas perguntei-lhe o que havia passado em sua mente na ocasião do assalto. 
A primeira coisa que pensei foi que deveria ter trancado a porta de trás, respondeu. 
Então, deitado no chão, ensangüentado, lembrei que tinha duas escolhas: 
“Poderia viver ou morrer”. 
“Escolhi viver”!
Você não estava com medo? Perguntei. 
“Os para-médicos foram ótimos”. 
“Eles me diziam que ia dar certo e que ia ficar bom”. 
Mas quando entrei na sala de emergência e vi a expressão dos médicos e enfermeiras, fiquei apavorado”. 
Em seus lábios eu lia: “Esse ai já era”. 
Decidir então que tinha que fazer algo. 
O que fez? Perguntei.
Bem. Havia uma enfermeira que fazia muitas perguntas. 
Perguntou-me se eu era alérgico a alguma coisa. 
Eu respondi: “Sim”.
Todos pararam para ouvir a minha resposta. 
Tomei fôlego e gritei; “Sou alérgico a balas”!
Entre risadas lhe disse: 
“Eu estou escolhendo viver, operem-me como um ser vivo, não como um morto”. 
Luis sobreviveu graças à persistência dos médicos... mas sua atitude que os fez agir dessa maneira. 
E com isso, aprendi que todos os dias, não importa como eles sejam, temos sempre a opção de viver plenamente. 
Afinal de contas, “ATITUDE É TUDO”. 
Agora você tem duas opções: 
Ler esta mensagem e guardá-la em alguma pasta, enviar emails a seus amigos dizendo que ela está neste site./
espalhandoluzpazeamor.blogspot.com

Tenha um excelente dia!
Ou melhor...
Tenha uma excelente vida!

 

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

SEJA UM DIAMANTE


                                           seja um diamante.
nos dias de hoje muitas pessoas procuram a religião afim de um milagre ,de prosperidade e facilidades, mais não devemos esquecer que jesus disse que a porta estreita e que nos levara ao reino de Deus.
então devemos buscar fé , para suportarmos os problemas e caminhar pela estrada estreita pois e ela que nos dará a oportunidade de lapidar o nosso diamante, pois somos pedra bruta ainda e assim como diamante só  brilharemos depois de muitos  atritos e lapidação. então devemos aceitar os problemas não como castigo mais sim como oportunidade de uma dia sermos luz e brilhar como diamante, e trabalharmos na seara do mestre ajudando outros irmãos a conquistar o seu brilho. por que jesus disse que "meu reino não é desse mundo".. por isso ore, peça a deus saúde ,esperança e força para continuar na estrada estreita pois só ela nos levara ate o reino de Deus.
grata fique com Deus e o mestre jesus sempre lapidando o seu diamante.
abraços maria da luz.

quinta-feira, 8 de novembro de 2012

O fundo da piscina



um excelente nadador tinha o costume de correr até a água e
de molhar  somente o dedão do pé antes de qualquer mergulho. Alguém 
intrigado com aquele comportamento, lhe perguntou qual a razão daquele hábito. 



O  nadador sorriu   respondeu: Há alguns anos eu era um professor de natação. 
Eu os ensinava a nadar e a saltar do  trampolim.

Certa noite, eu não conseguia dormir, e fui até a piscina 
para nadar um pouco.

Não acendi a luz, pois a lua brilhava através do
teto de vidro
do clube. Quando eu estava no trampolim, vi minha sombra na
parede da frente.
Com os braços abertos, minha imagem formava uma magnífica
cruz. 


Em vez de saltar, fiquei ali parado, contemplando minha imagem. 
Nesse momento pensei
na cruz de Jesus Cristo e em seu significado. Eu não era um 
cristão, 
mas quando criança aprendi que Jesus tinha morrido na cruz 
para nos
salvar pelo seu precioso sangue. 


Naquele momento as palavras daquele ensinamento me vieram a
mente e
me fizeram recordar do que eu havia aprendido sobre a morte
de Jesus. 


Não sei
quanto tempo fiquei ali parado com os braços estendidos. 
Finalmente desci do
trampolim e fui até a escada para mergulhar na água. 
Desci a escada e meus pés tocaram o piso duro e liso do 
fundo da piscina.


Haviam esvaziado a piscina e eu não tinha percebido.
Tremi todo, e senti um calafrio na espinha. 
Se eu tivesse saltado seria meu último salto. Naquela noite 
a imagem
da cruz na parede salvou a minha vida.  


Fiquei tão agradecido 
a Deus, que 
ajoelhei na beira da piscina, confessei os meus pecados e me 
entreguei
a Ele, consciente de que foi exatamente em uma cruz que 
Jesus morreu
para me salvar. 

Naquela noite fui salvo duas vezes e, para nunca mais me
esquecer,
sempre que vou até piscina molho o dedão do pé antes.

terça-feira, 6 de novembro de 2012

plantador de sorrisos



LEIAM. EXPERIENCIA

Num processo de seleção de uma grande empresa, os candidatos deveriam responder à seguinte pergunta: 

“Você tem experiência?”

A redação abaixo foi desenvolvida por um dos candidatos. Ele foi aprovado e seu texto está fazendo sucesso, e ele com certeza será sempre lembrado por sua criatividade, sua poesia, e acima de tudo, por sua alma. 

REDAÇÃO VENCEDORA:

Já fiz cosquinha na minha irmã só pra ela parar de chorar,
Já me queimei brincando com vela. 
Eu já fiz bola de chiclete e melequei todo o rosto, 
Já conversei com o espelho, e até já brinquei de ser bruxo. 
Já quis ser astronauta, violonista, mágico, caçador e trapezista.
Já me escondi atrás da cortina e esqueci pés pra fora.
Já passei trote por telefone.
Já tomei banho de chuva e acabei me viciando.
Já roubei beijo.
Já confundi sentimentos.
Peguei atalho errado e continuo andando pelo desconhecido.
Já raspei o fundo da panela de arroz carreteiro,
Já me cortei fazendo a barba apressado,
Já chorei ouvindo música no ônibus.
Já tentei esquecer algumas pessoas, mas descobri que essas são as mais difíceis de esquecer.
Já subi escondido no telhado pra tentar pegar estrelas,
Já subi em árvore pra roubar fruta,
Já caí da escada de bunda.
Já fiz juras eternas, já escrevi no muro da escola, 
Já chorei sentado no chão do banheiro,
Já fugi de casa pra sempre, e voltei no outro instante.
Já corri pra não deixar alguém chorando,
Já fiquei sozinho no meio de mil pessoa sentindo falta de uma só.
Já vi pôr-do-sol cor-de-rosa e alaranjado,
Já me joguei na piscina sem vontade de voltar, 
Já bebi uísque até sentir dormentes os meus lábios, 
Já olhei a cidade de cima e mesmo assim não encontrei meu lugar.
Já senti medo do escuro,
Já tremi de nervoso, 
Já quase morri de amor, nas renasci novamente pra ver o sorriso de alguém especial.
Já acordei no meio da noite e fiquei com medo de levantar.
Já apostei em correr descalço na rua, já gritei de felicidade, 
Já roubei rosas num enorme jardim.
Já me apaixonei e achei que era para sempre, mas sempre era um para sempre pela metade.
Já deitei na grama de madrugada e via a Lua virar sol,
Já chorei por ver amigos partindo, mas descobri que logo chegam novos, e a vida é mesmo um ir e vir sem razão. 
Foram tantas coisas feitas, momentos fotografados pelas lentes da emoção, guardados num baú, chamado coração.
E agora um formulário me interroga, me encosta na parede e grita: “Qual sua experiência?”.
Essa pergunta ecoa no meu cérebro: experiência...experiência...Será que ser “plantador de sorrisos” é uma boa experiência?
Não! Talvez eles não saibam ainda colher sonhos!
Agora gostaria de indagar uma pequena coisa para quem formulou esta pergunta:
“Experiência? Quem a tem, se a todo momento tudo se renova?”


"A maior caridade que podemos fazer pela Doutrina Espírita é a sua divulgação." Chico Xavier



domingo, 4 de novembro de 2012

A história da menina que não tinha ciúmes

“Amo a liberdade, por isso deixo as coisas que amo livres. Se elas voltarem é porque as conquistei. Se não voltarem é porque nunca as possuí.”



“Eu não tenho ciúmes”. Pronto, basta uma frase e todos me olham como se eu fosse um ser estranho, que certamente não pertence a esse planeta. Sinceramente? As vezes eu preferiria não pertencer mesmo. Ou tem alguma coisa muito errada por aqui ou eu que não sou humana como vocês.

Não consigo entender os moldes de relacionamento que vocês, humanos, inventaram.
Quando digo que não tenho ciúmes não estou querendo dizer que não ligo caso seja traída ou todo aquele ~blá blá blá~ das preocupações que normalmente as pessoas têm. Tanto porque, em uma lista de preocupações dentro de um relacionamento, traição é um dos últimos itens pra mim. E não me olhe com essa cara de espanto.
Um relacionamento é nada mais, nada menos, do que uma grande amizade. Não existe relacionamento sem amizade, e se existir, pode ter certeza que não vai durar muito. Assim como na amizade, acredito que os relacionamentos precisam de respeito acima de tudo. E ninguém é feliz sem liberdade.
Não entendo como as pessoas conseguem ter namoros sem respeito e liberdade. Por exemplo, aquele famoso casal que um não deixa o outro sair com os amigos. Esse é o tipo de coisa que eu nunca vou entender. Se existe respeito, qual é o motivo da desconfiança?
Um relacionamento não pode nunca limitar ou diminuir … ele precisa adicionar. <3
Dai acontece aquilo que você já cansou de ver acontecer: o casal começa a namorar e por conta de ciúmes, os dois se afastam dos seus amigos. Os amigos acabam desistindo dos dois. Tempos depois eles terminam e se sentem sozinhos, correm atrás dos antigos amigos, mas as amizades já não são mais as mesmas.
Não é “proibindo” que se resolvem os problemas. Assim como quando seus pais te proibiam de fazer algo quando você era pequeno e isso só te fazia ter mais vontade de fazer aquilo que era proibido. As atitudes de outra pessoa não são algo que você possa controlar. Entenda e aceite.
A preocupação e a desconfiança além de não valerem nada ainda vão estragar aos poucos os sentimentos mais bonitos.
Peço desculpas pelo clichê, mas nenhuma frase explica o que eu sinto melhor do que essa:

Por um mundo de relacionamentos mais leves, mais livres (e nem estou falando de relacionamento aberto), mais divertidos e mais sinceros. Menos ciúmes, menos brigas, menos desconfiança e menos mimimi.
Se você ama, acredite e aproveite. Se não der certo, não era pra ser. ;)

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

A ORIGEM DO DIA DE FINADOS ..LEIAM





A associação do dia de finados com tristeza pela lembrança daqueles que já morreram e os cemitérios lotados com toda aquela vibração que vai desde aqueles que fazem preces em silêncio até a histeria dos mais exaltados, tem uma origem bem anterior a citada pelo catolicismo. Sua origem mais provável vem da cultura do povo Celta, que habitava no início o centro da Europa, mas entre o II e o I milênios a.C. (1900 - 600 a.C.) foram ocupando várias outras regiões, até ocupar, no século III a.C., mais da metade do continente europeu.

Os celtas são conhecidos, segundo as zonas que ocuparam, por diferentes denominações: celtíberos na Península Ibérica, gauleses na França, bretões na Grã-Bretanha, gálatas no centro da Turquia, etc. e tem como característica religiosa a concepção reencarnacionista.

Segundo diversas fontes sobre o assunto, o Catolicismo se utilizou da data, que já era usada pelos Celtas desde muitos séculos atrás, para o dia da reverências aos mortos.
Para os Celtas, dia 31 de outubro era o fim de um ciclo, de um ano produtivo, quando se iniciava o período denominados por nós de outono e de inverno, tempo este que nesta região a colheita tinha acabo de se encerrar e de ser estocada, especialmente para os meses frios e escuros do inverno neste período nesta região.

Na celebração do fim de um ano (31 de outubro no hemisfério norte e dia 30 de abril no hemisfério sul) e início do outro ano (1 de novembro), acreditava-se que este seria o dia de maior proximidade entre os que estavam encarnados e os desencarnados e nas festas, de muita alegria e comemoração por este fato também, cada um levava algo como uma vela ou uma luminária que era feita em gomos de bambu, a fim de se iluminar os dias de inverno que estariam por vir.
Alguns textos falam que nesses dias de festas, as luminárias eram feitas com abóboras esvaziadas e esculpidas com o formato de cabeças, isto para indicar o caminhos àqueles que eles acreditavam serem visitados por seus parentes e receber o perdão daqueles a quem eles haviam feito sofrer, além de ter o significado de sabedoria pela humildade para saber pedir perdão e como prova de vida além da vida.
Este ciclo se encerra e um novo se iniciasse em outra da importante, dia 1 de maio no hemisfério norte, que era o dia do início dos trabalhos para a nova plantação e colheita de un novo ciclo que iniciava.
Com o domínio desses povos pelo Império Romano, rico em armas e estratégias de guerras e conquistas e pobre em intelectualidade, as culturas foram se misturando e expandindo com todo o Império, que mais tarde viria a ser - e o é até hoje - a sede do Império Católico ou da Religião Católica, hoje fixada no Estado do Vaticano, na área urbana de Roma, Itália.

No México, o dia dos mortos é uma celebração de origem indígena, que honra os defuntos no dia 2 de novembro. começa no dia 1 de novembro e coincide com as tradições católicas do dia dos fiéis defuntos.
É uma das festas mexicanas mais animadas, pois, segundo dizem, os mortos vêm visitar seus parentes. Ela é festejada com comida, bolos, festa, música e doces, os preferidos das crianças são as caveirinhas de açúcar.

Segundo prega a tradição da Igreja Católica, o Dia dos fiéis defuntos, Dia dos mortos ou Dia de finados é celebrado no dia 2 de Novembro, logo a seguir ao dia de Todos-os-Santos. Desde o século II, os cristãos rezavam pelos falecidos, visitando os túmulos dos mártires para rezar pelos que morreram.
No século V, a Igreja dedicava um dia do ano para rezar por todos os mortos, pelos quais ninguém rezava e dos quais ninguém lembrava. Também o abade de Cluny, santo Odilon, em 998 pedia aos monges que orassem pelos mortos.
Desde o século XI os Papas Silvestre II (1009), João XVII (1009) e Leão IX (1015) obrigam a comunidade a dedicar um dia aos mortos. No século XIII esse dia anual, que até então era comemorado no dia 1 de novembro, passa a ser comemorado em 2 de novembro, porque 1 de novembro é a Festa de Todos os Santos.

A história nos mostra que o Dia de Finados só passou a ser um dia de dor e lamúria após o advento dos culposos dogmas católicos, ao contrário das filosofias reencarnacionistas que, não temendo a morte e entendendo esta como o fim de um período transitório em retorno a vida verdadeira (espiritual), só tem a celebrar e enviar boas emanações aos entes queridos que se foram do corpo carnal e continuam sua vida verdadeira, cada um na sua condição de elevação espiritual.

Por isso, o Dia de Finados hoje em dia em nosso país ainda é um dia de vibrações muito negativas, pois a maioria Cristã em nosso país e em boa parte do mundo é católica e evangélica, mantendo - na sua grande maioria - pesares em suas preces com evocações saudosistas e egoístas pelos que já "partiram", querendo que de alguma forma retornem ou dêem algum "sinal de vida", não entendendo muitas vezes "porque foram abandonadas" e coisas do tipo, que só fazem sofrer os espíritos que já desencarnaram, especialmente àqueles que ainda se mantêm presos por laços pouco evoluídos aqui junto aos encarnados, muitas vezes ainda até ligados ao corpo que já praticamente não existe mais.

Assim, nós como espíritos, façamos preces e vamos manter uma boa vibração por aqueles que desencarnaram e sofrem com a dor daqueles que os pedem de volta, pelos desencarnados que não se perceberam dessa nova situação ainda e pelos encarnados que também sentem a falta daqueles que já estão no plano espiritual.
Fonte: amems.org

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

O FUTURO PERTENCE A DEUS



Pensar demais no futuro pode impedir você de viver plenamente a vida que Deus lhe deu agora.
Isso não quer dizer que você não pode ter objetivos. No entanto, algumas pessoas têm alvos tão fortes que sacrificam tudo para alcançá-los, mesmo a família e Deus. Em vez de permitir que o alvo venha de Deus, o próprio alvo se torna um Deus.
Os alvos não devem ser prumo para determinar a distância mais curta para o sucesso; devem ser uma bússola para dar um senso de direção.
Que tenho um alvo para o meu futuro: jamais fazer novamente o de que me arrependo ter feito. O que mais me arrependo é não ter andado todos os dias com o Senhor. Lamento por tudo o que fiz, e que me afastou da Sua presença. Hoje encaro como mero desperdício de tempo.
Em retrospecto, reconheço que Deus esteve presente em cada fase da minha vida. Mesmo quando eu não O conhecia. Mesmo quando eu não sabia que precisava Dele. Por isso sei que Ele continuará ao meu lado no futuro.
O Senhor fará o mesmo por você, por isso mantenha os olhos Nele. Faça Dele sua ÚNICA fonte de direção. Siga-O naquele caminho estreito e você será livre. Livre para confiar Nele a cada passo. Livre para ser tudo que Ele o criou para ser. Livre para fazer o que Ele o chamou para fazer. Livre para gozar tudo que Ele preparou para você. E você não terá o que lamentar. Você caminhará num nível de amor, paz, realização e alegria que jamais imaginou ser possível.
Você não precisa ter sua vida toda programada; só precisa dar um passo de cada vez. Deus lhe dará luz e direção suficiente para o passo que você terá que dar a seguir, e, cada vez que você segurar a mão Dele, saberá que tem um sólido amparo para o futuro.
Assim como você não deve viver no passado, resista também a tendência de viver no futuro. Coloque seu futuro nas mãos de Deus, confiando que Ele jamais reterá nenhum bem; depois pare de se preocupar. Isso não quer dizer que soará uma trombeta anunciando que você é imaturo caso se preocupe com o que vem pela frente. Deus não lhe pede para ser perfeito, apenas pede para você tentar com sinceridade andar em Seus caminhos. Ele está lhe pedindo para permitir que Ele seja perfeito em você.

ORE ASIM TODOS OS DIAS..

SIM ,EU QUERO TER MAIS FÉ EM MEU DEUS, QUERO QUE ELE 1° ME PERDOE DOS MEUS PECADOS E DAS MINHAS DERROTAS,MAIS AGORA QUERO ENTREGAR TUDO A DEUS SL 37 .
SENHOR ENTRA NO MEU VIVER ENTRA NA MINHA VIDA QUERO SER UM VASO NAS SUAS MÃOS
TE AMO SENHOR ME DER FORÇA PRA LUTAR E VENCER OS MEUS DEFEITOS.

E COM O SENHOR SEREI MAIS QUE VENCEDOR
AMEM!!!