Pages

domingo, 30 de setembro de 2012

Tire primeiro a trave do seu olho, antes de ver claramente o cisco do olho do teu irmão


 A VIDRAÇA SUJA.

Um casal, recém casados, mudou-se para um bairro muito tranquilo.

Na primeira manhã que passavam na casa, enquanto tomavam café, a mulher reparou através da janela em uma vizinha que pendurava lençóis no varal e comentou com o marido:

- Que lençóis sujos ela está pendurando no varal!

Provavelmente está precisando de um sabão novo. Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!

O marido observou calado.

Alguns dias depois, novamente, durante o café da manhã, a vizinha pendurava lençóis no varal e a mulher comentou com o marido:

- Nossa vizinha continua pendurando os lençóis sujos! Se eu tivesse intimidade perguntaria se ela quer que eu a ensine a lavar as roupas!

E assim, a cada dois ou três dias, a mulher repetia seu discurso, enquanto a vizinha pendurava suas roupas no varal.

Passado um mês a mulher se surpreendeu ao ver os lençóis brancos, alvissimamente brancos, sendo estendidos, e empolgada foi dizer ao marido:

- Veja ! Ela aprendeu a lavar as roupas, será que a outra vizinha ensinou !? Porque , não fui eu que a ensinei.

O marido calmamente respondeu:

- Não, é que hoje eu levantei mais cedo e lavei os vidros da nossa janela!

E assim é.

Tudo depende da janela através da qual observamos os fatos.

Antes de criticar, verifique se você fez alguma coisa para contribuir; verifique seus próprios defeitos e limitações.

Devemos olhar, antes de tudo, para nossa própria casa, para dentro de nós mesmos.

Só assim poderemos ter real noção do real valor de nossos amigos.

Lave sua vidraça.

Abra sua janela.

"Tire primeiro a trave do seu olho, e então verás claramente para tirar o cisco do olho do teu irmão" (Mateus 7:5)

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Lixo Emocional





Existe um lixo emocional. Ele é produzido nas usinas de nosso pensamento, enquanto crescemos interiormente. São emoções que passaram por nossa vida e nos ajudaram, mas que não têm mais utilidade. São sentimentos que foram importantes no passado, não no presente. São recordações de dor que nos amadureceram e que agora não servem para nada. Não podemos carregar este lixo. Ele foi feito para ser jogado fora. E, no entanto, apegados aos nossos sentimentos antigos, ficamos com pena de deixá-los. Enchemos nosso porão espiritual com uma quantidade imensa de memórias inúteis, que ofuscam as lembranças importantes. Não procure sentir coisas que você não está sentindo mais. Não procure ser como você era. Você está mudando. Permita que seus sentimentos o acompanhem.

domingo, 23 de setembro de 2012

NÃO INVEJE ,CAPACITE-SE




A INVEJA
Você tem inveja do seu colega de trabalho? Você é daqueles que costuma vasculhar as folhas de pagamento dos colegas, na ânsia de descobrir injustiças cometidas pelo seu patrão? Você sente inveja quando um colega é promovido? Ou quando recebe um pequeno aumento salarial? Acredita que você seja um injustiçado, que seu esforço não está sendo visto? Então conheça a história de Álvaro, um desses funcionários insatisfeitos com seu patrão.
Ele trabalhava em uma empresa há 20 anos. Funcionário sério, dedicado, cumpridor de suas obrigações. Um belo dia, ele foi ao dono da empresa
para fazer uma reclamação. Disse que trabalhava ali há 20 anos com toda dedicação, mas se sentia injustiçado. O Juca, que havia começado há apenas três anos, estava ganhando muito mais do que ele.

O patrão fingiu não ouvir e lhe pediu que fosse até a barraca de frutas da esquina. Ele estava pensando em oferecer frutas como sobremesa ao pessoal, após o almoço daquele dia, e queria que ele verificasse se na barraca havia abacaxi.

Álvaro não entendeu direito mas obedeceu. Voltando, muito rápido, informou que o moço da barraca tinha abacaxi.
Quando o dono da empresa lhe perguntou o preço ele disse que não havia perguntado. Como também não sabia responder se o rapaz tinha quantidade suficiente para atender todos os funcionários da empresa. Muito menos se ele tinha outra fruta para substituir o abacaxi, neste caso.
O patrão pediu a Álvaro que se sentasse em sua sala e chamou o Juca. Deu a ele a mesma missão que dera para Álvaro: - Estou querendo dar frutas como sobremesa ao nosso pessoal hoje. Aqui na esquina tem uma barraca. Vá até lá e verifique se eles têm abacaxi.
Oito minutos depois, Juca voltou com a seguinte resposta: eles têm abacaxi e em quantidade suficiente para todo o nosso pessoal. Se o senhor preferir, têm também laranja, banana, melão e mamão. O abacaxi está r$ 1,50 cada, a banana e o mamão a r$ 1,00 o quilo, o melão r$ 1,20 a unidade e a laranja R$ 20,00 o cento, já descascada.
Como falei que a compra seria em grande quantidade, ele dará um desconto de 15%. Deixei reservado. Conforme o senhor decidir, volto lá e confirmo.
Agradecendo pelas informações, o patrão dispensou Juca. Voltou-se para Álvaro e perguntou:
- O que é mesmo que você estava querendo falar comigo antes?
Álvaro se levantou e se encaminhando para a porta, falou:
- Nada sério, patrão. Esqueça. Com sua licença.

MORAL DA HISTÓRIA: Muitas vezes invejamos as posições alheias. Sem nos apercebermos que as pessoas estão onde estão e têm o que têm porque
fizeram esforços para isso. Invejamos os que têm muito dinheiro, esquecidos de que trabalharam para conseguir. Se foi herança, precisam dar muito duro para manter a mesma condição. O melhor caminho não é a inveja. É a tomada de decisão por estabelecer um objetivo e persegui-lo, até alcançá-lo, se esforçando sem cessar.
 

sábado, 22 de setembro de 2012

O PERDÃO É DIVINO



A Lenda do Perdão

Conta uma antiga lenda que existia uma cidade onde a palavra perdão nunca existiu. As pessoas eram, portanto, donas da verdade, arrogantes e sofriam de uma terrível moléstia, o complexo de superioridade.
A convivência era bastante complicada porque todos se consideravam perfeitos e com isso não enxergavam, nem admitiam seus defeitos, erros ou equívocos.
Nessa cidade reinava a vaidade, a competição e a inimizade, por mais que elas andassem disfarçadas por detrás de sorrisos e manifestações de afeto.
Um dia uma mulher, vinda de outra cidade, foi morar lá.
Todos as tardes ia até a padaria e na volta sempre passava por uma praça onde um grupo de rapazes jogava bola.
Seu trajeto seria bem menor se ela cruzasse a praça, mas para não atrapalhar o jogo deles ela fazia o seu caminho contornando a praça.
Claro que nenhum deles nunca percebeu ou deu valor à sua gentileza.
Naquela cidade muito poucos entendiam desse assunto.
Certo dia essa mulher estava cheia de preocupações, com a cabeça bastante perturbada e na volta da padaria não se deu conta do caminho que tomou e atravessou a praça no exato momento em que um dos rapazes ia fazer um gol.
O jogo parou, todos se olharam e o tal jovem, muito bravo, perguntou a ela:
— A senhora não está vendo o que fez? Que falta de atenção, até mesmo de consideração! Custava dar a volta na praça?
E ela respondeu:
— Há cerca de seis meses que todos os dias eu dou a volta na praça para não atrapalhar o jogo de vocês. Hoje, no entanto, eu confesso que me distraí. Estava muito envolvida com meus pensamentos. Peço a todos vocês perdão por isso.
Ninguém entendeu o que ela quis dizer e um dos meninos perguntou:
— Perdão? O que é perdão? O que ela significa?
— Perdão é um ato de humildade, embora alguns julguem ser um ato de humilhação.
Os meninos foram para suas casas muito pensativos e contaram a seus pais sobre o perdão.
Errar, cometer injustiças, tomar atitudes precipitadas que podem prejudicar e magoar terceiros são coisas das quais todo ser humano está sujeito. Reconhecer seus erros e pedir perdão, no entanto, nem todos os seres humanos são capazes.
Para isso é necessária uma enorme dose de humildade, um coração sensato e um espírito elevado.
Só os grandes sabem pedir perdão!
Dizem que aquela cidade anda muito diferente, mais alegre, as pessoas mais amigas, menos rivalidades e que todos além de terem aprendido a pedir perdão, agora também estão aprendendo a perdoar.


sexta-feira, 21 de setembro de 2012

SEMEIEM AMOR,COLHERA PAZ


Mensagem Você Pode

Só Deus pode criar, mas você pode valorizar o que ele criou.
Só Deus pode dar a vida, mas você pode conservá-la e respeitá-la.
Só Deus pode dar a paz, mas você pode dar e semear a união.
Só Deus pode dar a força, mas você pode amparar os seus irmãos.
Só Deus pode dar a esperança, mas você pode restituir a confiança ao próximo.
Só Deus pode dar o amor, mas você pode ensinar a amar.
Só Deus pode dar a alegria, mas você pode sorrir para todos.
Só Deus pode fazer milagres, mas você pode fazer o sacrifício.
Só Deus é a vida, mas você pode dar aos outros, a alegria de viver.
Só Deus pode fazer o impossível, mas você pode fazer tudo o que está ao seu alcance.
Só Deus basta a si mesmo, mas ele prefere contar com você !!! 

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

UMA LINDA HISTORIA DE AMOR


 Uma preciosa história de amor
A moça desta foto se chama Katie Kirkpatrick, e tem 21 anos. Ao lado dela está seu noivo Nick de 23 anos. A foto foi tirada pouco antes da cerimônia de casamento dos dois, realizada em 11 de janeiro de 2005, nos EUA. Katie tem câncer em estado terminal e passa horas por dia recebendo medicação. 
Na foto Nick aguarda o término de mais uma de suas sessões.  
Apesar de sentir muita dor, de vários órgãos esteram apresentando falências e de ter que recorrer à morfina, Katie levou adiante o casamento e fez questão de cuidar de todos os detalhes.  
O vestido teve que ser ajustado várias vezes, pois Katie perde peso todos os dias devido ao câncer.   
Um acessório inusitado na festa foi o tubo de oxigênio usado por Katie. Ele acompanhou a noiva em toda a cerimônia e na festa também.  
O outro casal da foto são os pais de Nick, emocionados com o casamento do filho com a mulher que ele foi namorado desde a adolescência.  

Katie, sentada em uma cadeira de rodas e com o tubo de oxigênio, escutando o marido e os amigos cantando para ela.    
No meio da festa, Katie pára para descansar um pouco. A dor a impede de ficar em pé por muito tempo.     
Katie morreu 5 dias depois do casamento. Ver uma mulher tão debilitada vestida de noiva e com um sorriso nos lábios nos faz pensar…a felicidade sempre está ao alcance, dure enquanto dure, por isso devemos deixar de complicar nossas vidas…     
A vida é curta, por isso


Trabalhe como se fosse seu primeiro dia
 perdoe rapidamente
beije demoradamente, ame verdadeiramente
ría incontrolavelmente
e nunca deixe de sorrir
por mas estranho que seja o motivo.
A vida pode não ser a festa que esperamos
mas enquanto estamos aqui, devemos sorrir e agradecer…
 

terça-feira, 18 de setembro de 2012


AMAI OS VOSSOS INIMIGOS


 Eu vos digo, porém, amai a vossos inimigos, bendizei os que maldizem, fazei bem aos que
vos odeiam e orai pelos que vos maltratam e
vos perseguem”. Em muitas ocasiões, quem
imaginas que haja ferido, não tem disso a ,
mínima idéia de vez que terá agido sob a
ação compulsiva de obsessão ou enfermidade.
Se recebestes comprovadamente uma ofensa
de alguém, esse alguém terá dilapidado a tranqüilidade própria, passando a carregar arrependimento e remorso, em posição de
sofrimento que desconheces.
Perante os ofensores, dispões da oportunidade
de revelar compreensão e proveito, em matéria
de aperfeiçoamento espiritual. Aquele, a
quem desculpas hoje uma falta cometida
contra ti, será talvez amanhã, o teu maior
defensor , se caíres em falta contra os outros.
Diante da desilusão recolhida do
comportamento de alguém, coloca-te no lugar
desse alguém, observando se conseguirias agir
de outra forma nas mesmas circunstâncias. Capacitemo-nos de que condenar o
companheiro que erra é agravar a
infelicidade de quem já se vê suficientemente
infeliz. Revide de qualquer procedência,
mesmo quando se enquiste unicamente na
mágoa individual imanifesta, não resolve
problema algum. Quem fere o próximo
efetivamente não sabe o que faz, porquanto
ignora as responsabilidades que assume
na lei de causa e efeito . Ressentimento não
adianta, de vez que todos somos espíritos
eternos destinados a confraternizar-nos
todos, algum dia, à frente da bondade de
Deus. Desculpar ofensas e esquecê-las é
livrar-se da perturbação e doença,
permanecendo acima de qualquer sombra que
se nos enderece na vida, razão porque,
em nosso próprio benefício, advertiu -nos
Jesus, de que se deve perdoar, qualquer falta,
não apenas sete vezes,
mas setenta vezes sete vezes.


Espelho Emocional



Um homem acompanhava um amigo a banca de jornal. O amigo cumprimentou o jornaleiro amavelmente, mas, como retorno, recebeu o jornal que foi atirado em sua direção. O amigo deste homem sorriu atenciosamente e desejou ao jornaleiro um bom final de semana. Quando os dois amigos desciam pela rua, o homem perguntou para seu amigo: - Ele sempre te trata com tanta grosseria? - Sim, infelizmente é sempre assim. - E você é sempre tão atencioso e amável com ele? - Sim, sou. - Por que você é tão educado, já que ele é tão rude com você? - Porque não quero que ele decida como eu devo agir. Nós somos nossos "próprios donos". Não devemos nos curvar diante de qualquer vento que sopra, nem estar à mercê do mal humor, da mesquinharia, da impaciência e da raiva dos outros. Não são os ambientes que nos transformam e sim nós que transformamos os ambientes. "Os tristes acham que o vento geme. Os alegres e cheios de espírito afirmam que ele canta". O mundo é Como um espelho, devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamento

segunda-feira, 17 de setembro de 2012





Bom Dia!

Quantas vezes pensamos: Ah, se eu pudesse começar de novo, faria tudo diferente...
Começar de novo não é necessariamente começar novo.
Quando a vida lhe der uma oportunidade de recomeçar, pense novo.
Às vezes, essas oportunidades chegam em forma de rupturas, mudanças dramáticas, perdas, rejeição, doenças.
Às vezes, a chance se esconde no fim das grandes crises, das guinadas da sorte, das puxadas de tapete.
Às vezes, só criamos coragem depois que perdemos o rumo, o chão.
Na maior parte das vezes, só enxergamos com clareza quando estamos de fora.
Começar novo não é reiniciar, é inventar outro padrão.
É preciso reconhecer os erros, os nossos e os alheios, as fraquezas, os excessos, os entraves.
Começar novo é permitir-se inclusive novos enganos, erros, fragilidades mas não os mesmos.
Só quem já apanhou da vida é capaz dessa façanha: passar os planos a limpo, faxinar os porões do coração,
despedir-se daquelas dores crônicas, libertar-se do passado.
Quando os velhos modelos falem, os antigos códigos não dizem mais nada, o futuro imaginado desaparece e até os sonhos murcham  mas a despeito de tudo você percebe saídas, diagnostica a crise, identifica as fragilidades
e não se dá por vencido, nesse momento você está engendrando o novo.
Não uma retomada mas uma nova história.
Só quem viveu bem suas perdas e enganos pode começar novo.
Só quem conhece o peso do fracasso, da solidão e da esperança perdida pode trocar de pele, escolhas, script.
Como disse o filósofo: “O que não me mata, me fortalece”.
Alguns caminhos, erros e ideais só se percorre, comete e persegue uma vez.
Muitos deles têm prazo de validade.
Nossas escolhas, certezas e sonhos não são estáticos nem imexíveis;
muitas vezes são eles que se mudam de nós, desistem de nós.
Insistir é burrice, é prolongar o desgaste.
Quando a vida lhe der uma oportunidade de recomeçar, seja generoso, diga sim, surpreenda-se e experimente
ser a pessoa que você se tornou depois que enfrentou suas noites traiçoeiras,
chorou suas perdas, atravessou seus desertos, matou seus leões.
Pense nisso...
Muita paz!

domingo, 16 de setembro de 2012

SUCESSO OU FRACASSO


.O fracasso não significa que sou um fracassado; significa que não venci. O fracasso não significa que não consegui nada; significa que aprendi alguma coisa. O fracasso não significa que sou uma pessoa sem rumos; significa que tive fé suficiente para experimentar. O fracasso não significa que sou um sujeito sem sorte; significa que tive a coragem de tentar. O fracasso não significa a ausência de métodos; significa que os tenho de uma maneira diferente. O fracasso não significa que sou inferior; significa que não sou perfeito. O fracasso não significa que desperdicei meu tempo;  significa que tenho que recomeçar. O fracasso não significa que devo dar-me por vencido; significa que devo agir com maior perseverança. O fracasso não significa que nunca atingirei meus objetivos; significa que necessito corrigir as minhas rotas. O fracasso não significa que Deus me abandonou; significa que ele tem um projeto melhor para mim


NÃO ESPERE POR MILAGRE,FAÇA SUA PARTE.



Quer mudar o mundo ,acabar com as dores então
arranque de dentro de voce todos esses defeitos.

O egoísmo, o orgulho, a vaidade, a ambição,
a cupidez, o ódio,a inveja, o ciúme,
a maledicência são para a alma ervas venenosas
 das quais é preciso a cada dia arrancar
algumas hastes, e que têm como contraveneno:
a caridade e a humildade.

E substitua por todas essas virtudes.
Castidade (latim: castitas) — opõe luxúria.
Auto-satisfação, simplicidade. Abraçar a moral de si próprio e alcançar pureza de pensamento através de educação e melhorias.
Generosidade (latim: liberalitas) — opõe avareza.
Despreendimento, largueza. Dar sem esperar receber, uma notabilidade de pensamentos ou ações.

Temperança (latim: temperantia) — opõe gula.
Auto-controle, moderação, temperança. Constante demonstração de uma prática de abstenção.

Diligência (latim: diligentia) — opõe preguiça.
Presteza, ética, decisão, concisão e objetividade. Ações e trabalhos integrados com a própria fé.

Paciência (latim: patientia) — opõe ira.
Serenidade, paz. Resistência a influências externas e moderação da própria vontade.

Caridade (latim: humanitas) — opõe inveja.
Auto-satisfação. Compaixão, amizade e simpatia sem causar prejuízos.

Humildade (latim: humilitas) — opõe soberba.
Modéstia. Comportamento de total respeito ao próximo.

 É dificil mais a vamos tentar um pouquinho a cada dia , fazendo um areforma intima ,
vamos nos melhorando e percebendo as bençoes que Deus nos concede a cada dia .
´so assim vamos subir ao ceu de degrau em degrau.

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

a borboleta



A BORBOLETA
Um dia quando uma abertura pequena apareceu em um casulo, um homem se sentou durante várias horas assistindo a luta da borboleta para forçar seu corpo através daquele pequeno buraco. Então pareceu que ela deixou de fazer qualquer progresso. Pareceu que ela tinha ido ao limite e não conseguiria avançar mais. Assim o homem decidiu ajudar a borboleta. Ele pegou uma tesoura e cortou fora o pedaço restante do casulo. A borboleta emergiu então facilmente, mas ela tinha um corpo inchado e asas pequenas e secas. As asas aumentariam e se expandiriam para poder apoiar o corpo que se contrairia no tempo certo. Isto não aconteceu.

Na realidade, a borboleta passou o resto de sua vida rastejando ao redor com um corpo inchado e asas secas. Nunca pôde voar. O que o homem, na sua bondade e pressa, não entendeu foi que o casulo restringente e a luta requerida para a borboleta passar pela abertura minúscula era o modo da natureza de forçar o fluido do corpo da borboleta para suas asas. Então a borboleta estaria pronta para o vôo quando alcançasse sua liberdade do casulo. Às vezes lutas são exatamente o que nós precisamos em nossa vida. Se nos permitissem passar por nossa vida sem qualquer obstáculo, isto nos incapacitaria. Nós não seríamos tão fortes quanto o que nós poderíamos ser. Nós nunca poderíamos voar.

Eu pedi Força,
E Deus me deu Dificuldades para me fazer forte.

Eu pedi Sabedoria,
E Deus me deu Problemas para resolver.

Eu pedi Prosperidade,
E Deus me deu Cérebro e Força muscular para trabalhar.

Eu pedi Coragem,
E Deus me deu Perigo para superar.

Eu pedi Amor,
E Deus me deu pessoas com Problemas para ajudar.

Eu pedi Favores,
E Deus me deu Oportunidades.

Não recebi nada do que eu quis
Mas recebi tudo o que precisei.

Anônimo

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

vivencia da felicidade



Você está feliz hoje? Você é uma pessoa feliz? 
São duas questões bem distintas, que merecem nossa atenção. 
Normalmente, a felicidade é considerada como falta de sofrimento, ausência de problemas e de preocupações. 
O conceito, no entanto, é raso, destituído de legitimidade, porque se pode experimentar bem-estar, felicidade, portanto, em situações de dor, assim como diante de problemas e desafios. 
Parece um pouco difícil de se aceitar, de início, pois esse entendimento de felicidade como ausência de problemas, de incômodos, ainda está arraigado em nossa alma. 
A felicidade é um estado emocional, no qual as questões externas, mesmo quando negativas, não conseguem modificar o sentimento de harmonia. 
Da mesma forma, acontecimentos e circunstâncias perturbadoras são incapazes de alterar-lhe a magnitude, porque podem ser administradas e conduzidas a resultados edificantes. 
Sempre se considera a infelicidade como a má sorte, a debilidade orgânica, a presença de enfermidade, os problemas financeiros e emocionais, a solidão e a insegurança, deixando transparecer que a felicidade seria o oposto. 
Caso as ocorrências não sejam benéficas, propiciando prazer e poder, isso, de maneira alguma pode ser considerado como desgraça ou desar, dependendo, naturalmente, da maneira como sejam encaradas. 
Invariavelmente, a situação deplorável de hoje, se bem administrada, transforma-se em dádiva de engrandecimento interior e de compreensão dos acontecimentos existenciais, mais tarde, favorecendo a conquista da felicidade. 
Lembremos, por exemplo, dos ascetas, mártires e idealistas. 
Quanto mais enfrentam dificuldades melhor sentem-se, agradecendo à vida as aflições que os elevam, que os ajudam a concretizar os objetivos que abraçam e os santificam. 
No entanto, para o indivíduo comum, as sensações bem atendidas, o conforto, a conquista de valores amoedados, o experimentar de prazeres contínuos são fenômenos que se convertem em expressões de felicidade... 
A postura dos mártires tem a ver com emoções superiores da alma. A outra, diz respeito às sensações dos sentidos físicos de efêmera duração. 
Em geral, o sofrimento apresenta-se em todos os setores humanos como desdita ou infortúnio. 
Considerando-se, porém, que é inevitável, que sempre se apresentará, devido ao atual momento evolutivo do planeta, faz-se necessário mudar a perspectiva de encará-lo. 
Um recurso precioso é a constatação da sua transitoriedade, em face da maneira como deve ser encarado, dando-lhe qualidades positivas de aperfeiçoamento moral, de metodologia que leva à autorreflexão. Ao aprimoramento interior. 
A felicidade, desse modo, não é a falta de sofrimento... 
Pode-se ser feliz, embora com algum sofrimento, que não descaracteriza o bem-estar e a alegria de viver, propiciadores do estado pleno. 

Redação do Momento Espírita com base no cap. 19 do 
livro Atitudes renovadas, pelo Espírito Joanna de 

terça-feira, 11 de setembro de 2012

                                   
 VALORIZE-SE
Não saia por ai desperdiçando o seu melhor, entregando-se numa bandeja para quem não te merece. Nem aceitando qualquer migalha, guarde-se para o melhor, e o melhor pode acontecer em instantes, na próxima curva, então: não se desespere, espere. Valorize-se! Não existem duas pessoas iguais, podem até achar pessoas parecidas, gêmea, mas o caráter, os gostos, o estilo, tudo é diferente, então podemos afirmar que você é único, um ser especial e que merece toda atenção, carinho e respeito. Assuma-se! Defeitos? Todos temos! Problemas? São o “sal da vida”, sempre existirão e é isso que nos motiva a crescer e ter novos objetivos. Traumas? Quem não os tem? Medo? O super homem só existe no gibi, ou no cinema. Desânimo? Banho frio. Mude!  Tenha coragem de assumir uma nova postura. Se a velha vida te cansou, comece de novo. Se você não tiver paixão por você, se você não se gostar será muito difícil encontrar quem te valoriza, quem te aceite, quem te dê amor.

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

VERDADEIROS HEROIS



Eu admiro as pessoas que…acordam de manhã com alegria no coração … têm  a coragem de levantar depois das quedas… não precisam de elogios nem de  aplausos… sabem falar por favor e pedir desculpas… não se envergonham de  dizer eu te amo. Eu admiro as pessoas que…têm coragem de persistir mesmo depois de receber  um não… são sensíveis e se emocionam com a dor do próximo… sabem que um abraço vale mais do que mil palavras... compreendem que um exemplo vale  mais do que mil conselhos… sabem sorrir para as crianças. Eu admiro você que…tem a humildade para estudar e aprender… procura as  respostas mesmo quando elas estão escondidas… sempre quer fazer o  melhor… não desiste de lutar, apesar dos desafios… reconhece que não sabe  tudo. Eu admiro sua busca por fazer o que a sua alma pede. Eu admiro você que,  com humildade e dedicação, faz a vida acontecer. Você é meu herói de  verdade! Faça por MERECER...

domingo, 9 de setembro de 2012

REFORMA INTIMA




Use a calma. A vida pode ser um bom estado de luta, mas o estado de Guerra nunca será uma vida boa.  As circunstancias, modifica-nos a experiência de minuto a minuto. Evite lágrimas inoportunas. O pranto pode complicar os enigmas ao invés de resolvê-los. Se você errou desastradamente, não se precipite no desespero. O reerguimento é a melhor medida para aquele que cai. Tenha paciência. Se a questão é excessivamente complexa, espere mais um dia ou mais uma semana, a fim de solucioná-la.. O tempo não passa em vão. Seja comedido nas resoluções e atitudes.  Em qualquer apreciação a outras pessoas, tenha cuidado. Em outras ocasiões, outras pessoas serão chamadas a fim de se referirem a você. Em hora alguma proclame seus méritos individuais. Lembre-se que a virtude não é uma voz que fala, e, sim, um poder que irradia. Precisamos vigiar nossas atitudes a fim de iniciarmos nossa reforma Íntima.

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

ESCOLHAS




Se você está com olhos bem abertos,  experimente fechá-los...  Agora abra-os somente para o lado de dentro.  Chegou a hora  de visitar por uns instantes seu mundo interior.Passeie calmamente aí por dentro de você, detendo-se longamente às boas imagens que você tem guardadas. Não há qualquer problema em visitar o seu arquivo, ou o seu velho baú, desde que seja para buscar inspiração no passado, alimentar e dar força ao presente.
 Atenha-se ao que de mais precioso você viveu.
Alguém especial vem se formando e se moldando pelo tempo
e pela história desse tempo. Você é feliz pelo sonho de criança que você vem cultivando dia após dia, ano após ano. Se quiser abrir os olhos, abra-os bem e procure revelar a criança que ainda brilha em você.
Agradeça. A vida continua. Hoje vai ser mais um dia na construção da sua história. As cenas do dia que começa também vão ficar marcadas, e você poderá revisitá-las.
Hoje você escreve mais uma  boa página nessa história.
Está no ar a criança que você sempre preservará dentro de si.
Coração aberto, sorriso pronto, abraço fácil, beijo sincero.
Na rua, no trabalho, em casa, todo mundo vai notar que está
diante de alguém muito especial.


A Paz no Mundo

A paz no mundo começa dentro de mim quando me aceito, de corpo e alma e reconheço meus defeitos com paciência e calma. E em vez de me fragmentar em mil pedaços eu me coloco inteiro no que penso, sinto e faço... passageiro no tempo e no espaço!
Sem nada para levar que possa me prender. Sem medo de errar e com muita vontade de aprender. A paz no mundo começa entre nós, quando eu aceito o teu modo de ser... Sem me opor ou resistir e reconheço tuas virtudes, sem te invejar... ou me retrair!
E faço das nossas diferenças a base de nossa convivência. E, em lugar de te dividir em mil personagens... consigo ver-te inteiro... despido... real...Sem nenhuma maquiagem... companheiros da mesma viagem, No processo de aprendizagem do que é ser gente!



segunda-feira, 3 de setembro de 2012


O SER HUMANO É ESSENCIALMENTE PERFEITO, PLENO DE HARMONIA.

No mundo criado por Deus, não existem doenças nem sofrimentos. Na verdade, o ser humano é perfeito, pleno de harmonia, mas a sua perfeição ainda não está manifestada no plano físico. E a ação de “tentar manifestar a perfeição também no plano fenomênico” é que constitui a ocorrência de dores ou de sofrimentos.
Livro: Mensagens de Luz