Pages

quarta-feira, 5 de setembro de 2012

A Paz no Mundo

A paz no mundo começa dentro de mim quando me aceito, de corpo e alma e reconheço meus defeitos com paciência e calma. E em vez de me fragmentar em mil pedaços eu me coloco inteiro no que penso, sinto e faço... passageiro no tempo e no espaço!
Sem nada para levar que possa me prender. Sem medo de errar e com muita vontade de aprender. A paz no mundo começa entre nós, quando eu aceito o teu modo de ser... Sem me opor ou resistir e reconheço tuas virtudes, sem te invejar... ou me retrair!
E faço das nossas diferenças a base de nossa convivência. E, em lugar de te dividir em mil personagens... consigo ver-te inteiro... despido... real...Sem nenhuma maquiagem... companheiros da mesma viagem, No processo de aprendizagem do que é ser gente!