quinta-feira, 13 de setembro de 2012

a borboleta



A BORBOLETA
Um dia quando uma abertura pequena apareceu em um casulo, um homem se sentou durante várias horas assistindo a luta da borboleta para forçar seu corpo através daquele pequeno buraco. Então pareceu que ela deixou de fazer qualquer progresso. Pareceu que ela tinha ido ao limite e não conseguiria avançar mais. Assim o homem decidiu ajudar a borboleta. Ele pegou uma tesoura e cortou fora o pedaço restante do casulo. A borboleta emergiu então facilmente, mas ela tinha um corpo inchado e asas pequenas e secas. As asas aumentariam e se expandiriam para poder apoiar o corpo que se contrairia no tempo certo. Isto não aconteceu.

Na realidade, a borboleta passou o resto de sua vida rastejando ao redor com um corpo inchado e asas secas. Nunca pôde voar. O que o homem, na sua bondade e pressa, não entendeu foi que o casulo restringente e a luta requerida para a borboleta passar pela abertura minúscula era o modo da natureza de forçar o fluido do corpo da borboleta para suas asas. Então a borboleta estaria pronta para o vôo quando alcançasse sua liberdade do casulo. Às vezes lutas são exatamente o que nós precisamos em nossa vida. Se nos permitissem passar por nossa vida sem qualquer obstáculo, isto nos incapacitaria. Nós não seríamos tão fortes quanto o que nós poderíamos ser. Nós nunca poderíamos voar.

Eu pedi Força,
E Deus me deu Dificuldades para me fazer forte.

Eu pedi Sabedoria,
E Deus me deu Problemas para resolver.

Eu pedi Prosperidade,
E Deus me deu Cérebro e Força muscular para trabalhar.

Eu pedi Coragem,
E Deus me deu Perigo para superar.

Eu pedi Amor,
E Deus me deu pessoas com Problemas para ajudar.

Eu pedi Favores,
E Deus me deu Oportunidades.

Não recebi nada do que eu quis
Mas recebi tudo o que precisei.

Anônimo