quinta-feira, 14 de março de 2013

NAS MÃOS DE DEUS




Deus em nossos atos
Em vão buscamos, meus irmãos, a Deus longe de nós.

Muitos anos perdemos em buscas infrutíferas em templos e em palácios.

Anos passaram-se sem que o encontrássemos em bosques ou florestas.

Muito tempo perdido na busca em expiações e sofrimento.

Para que encontremos, verdadeiramente, Deus, temos que buscá-lo próximo a nós e em nós mesmos.

Na fé certa e segura que ampara os próprios sofrimentos e não permite que o desãnimo ou a incuria tomem conta de nós.

Na certeza de seu amor santo e eterno que nos traz sempre o melhor e o mais apropriado no momento certo para o nosso crescimento.

Na busca de seus ensinamentos em nosso coração, que poderão, mais tarde, servir de guias para outros corações frágeis e sem esperança.

E, principalmente, nos atos e sentimentos que despertamos dentro de nós e que nos fazem, mesmo os menos crédulos e praticantes, poder servir aos outros, como manda a lei de amor.

Deus está em nossas mãos, meus irmãos, bastando para encontrá-lo que nós abramo-as e deixemos que o amor passe por elas para o próximo.

Eusébio